Brigão Cristão???

Um tempinho atrás eu estava vendo um programa desses de auditório, com debates.

Como todo bom programa desse naipe, seguindo seus roteiros cheios de clichês, estava no palco umas “funkeiras”, um “funkeiro”, uns psicólogos, uns jornalistas e – sim, claro, não iria faltar – um ministro evangélico (no caso, um bispo). Assunto em pauta: “prostituição no funk”.

Conversa vai, conversa vem – aquela coisarada que a gente está acostumado a ver – uns falam que é sacanagem, as funkeiras falam que é só mais uma profissão e deve ser respeitada etc. etc.

Chega a hora do funkeiro se expor e ele defende uma série de idéias polêmicas, dando ênfase a uma: ele se dizia polígamo, e que aquilo era natural, pois o homem era um “animal” que tinha que sanar as suas “necessidades básicas” e por aí vai… Nada de se assustar, na atual conjuntura.

PAUSA – não estou aqui discutindo poligamia. A princípio, falando de Brasil, sou contra, mas já li umas opiniões inteligentes a respeito de cristãos de países onde a poligamia é aceita, cristãos fora de posições de liderança, como a própria bíblia recomenda. Mas não li o suficiente para me posicionar a respeito – FIM DA PAUSA

Aí, após algumas discussões entre o amigo polígamo e os convidados, entra o nosso amado irmão pra falar.

Eu, involuntariamente me comportando como um torcedor do time que acaba de entrar em campo, através daquele bispo me senti “representado” naquele local. “Puxa, que legal, ele vai citar o amor de Deus” – eu, inocente, pensei.

E começa o nosso querido bispo a dizer que ele próprio (o bispo) era homem de uma só mulher. Que o funkeiro não sabia o que era aquilo, e tratava as mulheres como objeto, que não sabe o que é ser amado. Etecetera e tals.

Puxa vida – não que ele estivesse errado – Mas cadê o amor, pô?!
Caçamba, não houve respeito! Não houve cuidado!

O que houve foi julgamento, foi “eu sou melhor que você”.

Dava pra ter ganho o cara. Tratado ele com respeito, feito amizade. Dado o exemplo, convertido o cara pela parceria. Oferecido camaradagem, amor, respeito.

Existe alguém ainda que espera demonstrar Cristo através de julgamento??? Pô!!!

Puxa vida, um horário nobre, numa emissora de grande alcance, e esse tempo é desperdiçado com um péssimo testemunho? Isso é inadmissível.

Mas não demorou muito pra, depois de tanto julgar, ele levar uma chapuletada: “Bispo, o senhor casou virgem? Não, né? Então não venha me encher o saco”.

O passado do bispo já deve ter sido confessado e perdoado, fora de questão. Mas quando julgamos tanto, abrimos a brecha pra levarmos pancada.

Um cristão não foi chamado para ser um “brigão cristão”, mas sim um auxiliador, ajudador e apoio para as pessoas, não importa quem seja. Ele deve denunciar o errado, defender o que é certo, mas sempre respeitando os indivíduos, amando as pessoas, não importa quem seja, de onde seja, de que religião, intelecto, cor, raça, time ou opção sexual ela seja. O amor é a base de tudo.

Bah!!

BATHMANN

Anúncios

3 Respostas to “Brigão Cristão???”

  1. Maclaud Says:

    É… e falando sobre nossos “representantes em campo”, devo lembrar que também estou à procura desses irmãos na televisão. E para minha surpresa, o cara que tem se sobressaído quando se trata de falar do amor de Deus na telinha, é o padre Fábio de Melo, representante católico romano, e não protestante, do cristianismo. Ponto pra ele. Deus seja louvado.

  2. Marcus Lopes de Jesus Says:

    Nossa, conversei sobre esse lance do amor de Deus ontem, com alguns amigos. Todas as pessoas carecem de amor, mas poucos enxergam isso. Parece até uma ironia: o amor, que é a essência de tudo, nunca é demonstrado quando há oportunidade…

  3. Tá aí brother… Você disse tudo…
    Eu não sei se já disse pros amigos, mas eu estou namorando já faz alguns meses e a guria é evangélica. Sempre que conversamos sobre religião eu bato nesta tecla. O julgamento precipitado e não a compreensão pra expor opiniões. Eu creio que muitas pessoas se distanciam de um convívio religioso por causa destes exemplos de julgamento…

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: